azul cobalto

Hoje acordei e só havia silêncio. Os pássaros esperavam o raiar do sol e as pessoas aproveitavam os últimos momentos do dia para descansar. Ao contrário, eu queria aproveitar o último momento de descanso da noite. Abri a janela e olhei para o céu e para Santa Maria que ressonava. Inspirei o silêncio calmamente: ele tem cheiro de novidade, pertencimento e, na sinestesia da vida, o silêncio tem cheiro de azul cobalto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s