Olhos, pescoço, ombros, dedos, pontas dos dedos e lombar. Seis partes do meu corpo que precisam de um banho de sal grosso, de um banho de mar abençoado por Iemanjá, de um banho de banheira, de um banho qualquer. Devo ser filha de algum orixá ligada à água, só pode. Descanso para mim só vem com água, e dessas bem quentes, de marcar vergões na pele.

Meus olhos estão sonolentos. Eles me pregam peças. Meu pescoço pende para o lado em um eterno torcicolo. Malditos computadores que ferem até meu ombro que não segue mais a gravidade e está recolhido até às orelhas. As articulações dos dedos também sofrem. Dizem serem essas as dores da modernidade. Dores nos dedos, vê se pode!  Mas a sensação mais ridícula e inusitada, é a que sinto nas pontas dos dedos. O uso do touchpad causa uma sensibilização dolorida. Não acredita? É verdade! É como se você tocasse violão com corda de aço, mas não formasse calo. Não é fisicamente exatamente igual, mas é parecida a sensação. Já a lombar todo mundo conhece a dor.

Eu fico quase a totalidade do meu dia escrevendo e reescrevendo a dissertação, outra boa parte lendo para escrever e reescrever a dissertação e o que sobra eu faço entrevistas que depois serão transcritas e geram textos que serão analisados para escrever e reescrever a dissertação. Alguém me paga uma cerveja?

um ótimo alongamento

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s