No meu sonho estavam Lula, Pingo e até a Dilma

Hoje eu sonhei que a Dilma não vetava nada do Código Florestal. Sonho nada. Pesadelo! Sonhei tanto que até o Lula apareceu no sonho. Um sonho político. Uma utopia. O discurso do Lula era aquele do Fisl sobre Software Livre (um luxo de discurso!), quando ele fazia uma incrível metáfora entre o SF e a marmita do brasileiro. Poxa, gente, quanta remixofagia!

Inclusão digital é a palavra mais sexy do governo – Lula no Fisl.

Depois aparecia o Pingo (sim, o cavalo genérico) porque simplesmente não se explicam esses tipos de sonho.

Ando caminhando com botas de gaudério. Um tanto esperando a carona a galope e esperando a estação das chuvas. Caso embarre o solo, caminho com minhas galochas marrons. Caso eu atole nesse lamaçal que vem junto com o inverno (sim, porque sempre chove torrencialmente no inverno), lá vem o Pingo, meu grande companheiro cavalo. E lá iremos nós, porque parados não podemos ficar. Vou dar uma de Quixote, eu e meu pingo. Talvez até sem escudo andarei. Imagina a coragem!

Parados, o chão engole a gente. Parados, a chuva nos lambe a alma. Parados, é mais difícil recomeçar.

Então, caríssimos, continuemos firmes e humanos, sem parar no caminho, preparados e sábios. Com força e avante. Por mais que digam que no final do arco íris tem um pote com ouro, eu ainda acho que o que vale mesmo é a paisagem e os tombos ao longo do caminho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s