41. Um faroeste

Quem me conhece sabe que eu não hesitaria. O melhor filme de faroeste é Django (1966). Gente, quer filme mais clássico do que esse? Qual é, afinal, o segredo deste homem de preto (Franco Nero) que segue andando com um caixão por aí? Ele chega numa cidade dividida entre KKK’s e chicanos. Não teve pra ninguém, pois Django acabou com todos.

Minha homenagem ao avô Ulisses que amava filmes de faroeste.

 

Ah, lembrei. Rango é um nome em homenagem a ele:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s