1000 anos de guerra em 5 minutos

”A verdade é que, mesmo antes do horror da guerra nuclear, as guerras se tornaram politicamente, embora não ainda biologicamente, uma questão de vida ou morte. (…)
(…) [temos igualmente] uma mudança radical na própria natureza da guerra pela introdução da intimidação como princípio condutor da corrida ao armamento. Porque é realmente verdade que a estratégia de intimidação “tem por objectivo evitar, de preferência a ganhar, a guerra que pretende estar a preparar. Visa conseguir os seus fins por meio de uma ameaça nunca realizada, de preferência à própria acção”. Certamente que a concepção de que a paz é o objectivo da guerra e, portanto, de que uma guerra é a preparação para a paz, é tão antiga como Aristóteles, e a pretensão de que a finalidade de uma corrida ao armamento é a manutenção da paz é ainda mais antiga, isto é, tão velha como a descoberta da falsa propaganda. (…)”

A GUERRA NA HISTÓRIA INTERPRETADA POR HANNAH ARENDT

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s