dossiê tânger

Está na Espanha e quer ir para o Marrocos? Bom, eu nunca fiz isso, mas resolvi me aventurar e responder essa questão.

Primeiramente, vamos ler um trecho de um relato de viagem? É de 2009, mas vale como experiência:

Barco Tarifa até Tanger, Espanha – Marrocos (link)

Esta é a maneira mais rápida para chegar a Marrocos de barco. Há ainda outra hipótese de apanhar o barco em Algeciras, mas demora mais tempo e os barcos são mais antigos. Apanhar o barco para Marrocos desde Tarifa é sem dúvida a maneira mais rápida, pois o barco demora apenas 35 minutos, dado que o a separação entre a Europa e África naquela zona é só de 14 km de separação entre Espanha e Marrocos.

Há 8 barcos por dia entre Tarifa e Tanger. Quando chega ao porto pode estacionar o carro* e ir comprar os bilhetes (leve o seu passaporte e o número da matrícula do carro). Depois saia do parque de estacionamento e entre na zona de polícia para verificação dos passaportes, e, pronto entrará no barco. Processo muito fácil. Lembre-se que o carimbar dos passaportes é feito dentro do barco por isso procure o gabinete para esse efeito, normalmente é onde já está uma grande fila à espera. Preencha os papéis que estão nos balcões pois precisa de entregá-los preenchidos quando der o passaporte ao polícia para ele carimbar. Boa sorte.

*Ouvi relatos que é legal já colocar o carro na fila e mandar alguém comprar, é mais rápido, mas como eu disse, nunca fiz, nunca confirmei.

_________________________________________

Ganhou segurança? Bueno, agora vamos aos tickets. Onde comprar? Aqui ó – > http://www.frs.es/ Site da empresa FRS.

Já comprou? Vamos ver o vídeo do barco chegando em Tânger? Depois não deixe de ler minhas dicas:

_________________________________________

Procure já chegar à Tânger com um mapa, nem pense em dirigir de carro sem um mapa. Se alugar um carro, prefira um com GPS. Prefira chegar à cidade antes do anoitecer. Tânger era uma cidade com fama violenta, o que diminuiu bastante hoje, mas é bom prevenir. Não é tanto pela violência, mas sim pela facilidade em se perder.

Nem pense em ir com carro à medina. Não, espere um momento, deixa eu colocar em vermelho, nem pense em ir a qualquer medina marroquina com carro. Há estacionamentos nas cercanias. Há marroquinos que fazem isso e, acredite, só eles fazem isso e é bastante confuso. Estrangeiro algum tem cacife para fazer, afinal as ruelas são pequenas e diminuem ou terminam de uma hora para outra. Por acaso você quer dirigir em uma labirinto? Não, né? Então visite o Petit Socco e o Grand Socco em Tânger, mas deixe o carro nas cercanias.

Visite a padaria La Española, tem doces e bolos maravilhosos. Não é caro! Tânger, em geral, não é uma cidade cara.

Se você fala espanhol, em Tânger vai se dar bem, mas não esqueça do árabe derija, a língua mais falada no Marrocos. É uma questão de boas maneiras. Os marroquinos já estão acostumados com as centenas de europeus e asiáticos que os visitam e só falam francês, inglês e espanhol. Falar uma ou duas palavras em derija fará diferença.

Saudação: Salamaleicon (o n é pronunciado)

Obrigado: Chukran

Tchau: Psilama

Não, obrigado: Lá, chukran (quando algum comerciante te oferece alguma mercadoria e você não tem interesse)

Ana brasilia: eu brasileira

Ana brasili: eu brasileiro (eu sei que fica meio Tarzan, mas!)

Se está perto de Tânger, não deixe de visitar: Cuevas de Hércules(17 km), Cabo Espartel e Rmilat.

______

Post especial para Márcia Amaral.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s