cruz alta

Chove nas bandas serranas de cruz alta, chove rios do céu gris e viramos sapos. No outro dia, desse céu sai um pouco de sol, a temperatura cai, o céu não chora e nossos dedos quase quebram.

nuvens de frio – diz minha vó.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s